A GUERRA DO PARAGUAI

O maior conflito internacional da América Latina se arrastou por 6 anos, envolvendo quatro países. Após varias investidas paraguaias nas fronteiras brasileiras, Solano Lopez declara guerra contra o império brasileiro.

CONFIRA O TRAILER

DESPREPARADOS

Brasil, Argentina e Uruguai formam a "Tríplice Aliança" para combater as forças de Solano Lopez. Porém, fracos e despreparados militarmente, a Tríplice Aliança não tinha, sequer, contingente para enfrentar a grande e bem preparada força paraguaia, baseada na escola prussiana de Otto von Bismark.

O CONTROLE DA BACIA DO PRATA

CAXIAS ENTRA NA GUERRA


O Marquês de Caxias é convocado pelo Imperador D. Pedro II para comandar as forças de guerra, preparar e modernizar o exército imperial, que perdera as batalhas na região do Mato Grosso.


Apesar dos esforços das tropas do coronel Carlos de Morais Camisão e da resistência da região, que conseguiu libertar Corumbá em junho de 1867, grande parte do Mato Grosso permaneceu sob controle paraguaio. Os brasileiros retiraram-se da área em abril de 1868, deslocando suas tropas para o principal teatro de operações, no sul do Paraguai.

Caxias não só promoveu um programa de recrutamento, o Voluntários da Pátria, como também foi o responsável pela melhoria bélica do império. Além disso, Caxias introduziu, no campo de batalha, o uso de balões para observar as linhas e formações inimigas, feito até então só visto na guerra civil americana.

O RESUMO DA GUERRA

Acompanhe, então, nesse documentário da Universidade do Tiro, produzido pelo Dr. em História Rafael Hoerhann, o resumo dos principais fatos da Guerra do Paraguai e os esforços brasileiros durante suas investidas.

error: ATENÇÃO! Este conteúdo é protegido! Você não pode copiar um conteúdo da Universidade do Tiro 38.
Nossa plataforma utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.